domingo, 31 de julho de 2011

31/07/2011 - Assalto ao Banco Central



O bom momento do cinema nacional (que já não vem de agora) é mais uma vez reafirmado pelo bom Assalto ao Banco Central, que tam a direção do Marcos Paulo. 
O filme conta a história daquele que ficou conhecido como o assalto a banco do século, em Fortaleza, ocorrido entre 6 e 7 de agosto de 2005. Engraçado que, à época, me lembro de dizer "isso dá um filme"... rs. E isso é uma característica que tem acontecido com o cinema, com adaptações de situações reais pras telas. Claro que o filme tem boa dose de ficção, mas o fato, em si, acho que despertaria a curiosidade do público. Afinal de contas, os caras roubaram 165 milhões de reais! E quer coisa mais hollywoodiana que uma escavação de um túnel de 80 metros de comprimento? Sensacional! (Não estou incentivando roubos a bancos, que fique claro...rs). Mas é aquele tipo de situação que, se não fosse real, todo mundo diria "cacete, que mentirada da porra!" hahaha.

Mas vamos ao filme:

Bom, o ator principal é o Milhem Cortaz, que é muito bom. Ele tinha já participado do Tropa de Elite e tem cara mesmo de policial ou de bandido.  As atuações dos outros também são muito boas, com destaque pro Lima Duarte e Giulia Gam, os policiais que desvendam o crime.

Achei o filme legal. Não é excelente. Digo, se fosse um filme americando sobre um assalto inventado, e não um caso real, eu diria que é um filme bem mais ou menos. É um filme de ação sem ação. Tudo bem, ele se concentra muito mais no planejamento e execução do assalto, com a solução sendo apresentada por meio dos interrogatórios e prisões dos envolvidos. 

Acho que o Marcos Paulo foi muito inteligente em contar a história com a cronologia invertida. O filme vai e vem, e isso dá o ritmo que, supostamente, a história que todo mundo conhece não teria.

Agora, o que eu gostei mesmo foi da Hermila Guedes, a mulher do Barão (Melhem Cortaz) e amante do Mineiro (Eriberto Leão). Muito linda e deliciosa!

Segue o trailer do filme:






Nenhum comentário:

Postar um comentário