domingo, 31 de julho de 2011

31/07/2011 - Dona Diva Santos Barreto Gomyde

Queria pedir licença para todos e publicar aqui algo diferente dos temas "Literatura, Música e Cinema". 

Gostaria de render uma homenagem a uma pessoa maravilhosa que se foi esta semana. Na verdade, essa partida acabou sendo parte do motivo da minha ausência durante a semana toda (no que peço desculpas, afinal de contas um blog não pode ficar um dia sem novidades, dizem os "especialistas"...).

A homenagem é para a dona Diva Santos Barreto Gomyde, minha querida avó, que se foi na terça-feira, dia 26 de julho. Vejam-só como são as coisas... ela se foi no Dia da Vovó. Engraçado que, pra mim, sempre foi mais uma daquelas datas que se criam para vender um presentinho a mais. Mas que, a partir de agora, será comemorada por mim. Minha vó se foi no dia da vó. Mais poético impossível!


Uma pessoa querida por todos, que eu nunca vi gritar com ninguém. Nunca vi brava, ou reclamando de nada. Teve oito filhos, um número incontável de netos e de bisnetos. Foi-se aos 96 anos.

Isso me faz pensar em qual é nossa missão por aqui, a não ser a de pregar a paz, a alegria, a bondade a quem está perto e, por que não dizer, também a quem está longe... Bom, se este é o papel, ela o cumpriu bem demais.

Que descanse em paz e que continue velando por todos que a conheceram e puderam compartilhar de sua extrema bondade.

Valeu, vó!

3 comentários:

  1. Dona Diva era um doce! Bem humorada e inteligente, conversava de tudo. E adorava esportes! Vai deixar saudades!

    ResponderExcluir