terça-feira, 30 de agosto de 2011

30/08/2011 - Entrevista para o blog "Verbologia Pink"


Mais uma entrevista que fiz, desta vez para o cor-de-rosa blog Verbologia Pink, da minha amiga Tamara. Quem quiser ler a entrevista completa e conhecer tanta coisa legal que ela diz no blog, é só clicar no banner abaixo. 




Segue um trecho da entrevista:


VERBOLOGIA PINK - Quando decidiu ser escritor?

Maurício Gomyde - Difícil precisar um momento específico. Eu sempre gostei de ler e sempre fui um "contador de histórias". Desde pequeno, nas festas de final de ano, a família parava pra me ouvir contar piadas sujas...rsrsrs. Chega uma hora em que você passa a sentir vontade de colocar as suas próprias histórias no papel. E eu tive uma formação que possibilitou isso, porque estudei numa escola que obrigava os alunos a escreverem muitas redações. À época eu achava um saco, mas hoje sei o tanto que foi válido...rs.


VP - Em "O mundo de vidro" os personagens principais se chamam Ele e Ela, o que motivou essa escolha de nomes?

Maurício - Pelo menos pra mim, escolher nomes é sempre difícil. Mas, naquele caso, eu queria, indiretamente, dizer "não importa o nome das personagens, e nada mais, quando estamos falando de amor". A coisa é tão nonsense que todas as outras personagens têm nomes em inglês (e o livro não se passa nos EUA ou Inglaterra...rs). Aliás, foi a coisa mais difícil, sabia? Conseguir terminar o livro sem citar o nome dos dois. Mas foi um desafio gostoso de tentar.


VP - Qual a melhor coisa que te aconteceu desde que publicou seu livro?

Maurício - Na verdade, não é UMA coisa, mas uma séria de coisas. A melhor de todas tem sido o contato com os blogueiros. Acho que, aqui, estão os verdadeiros leitores, aqueles que gostam da arte, que apreciam-na verdadeiramente. Que não se deixam levar só porque alguém disse que o livro vendeu bem lá fora, ou porque alguém fez uma lista com suas próprias opiniões. Aqui se forma opinião, as pessoas procuram, buscam, perguntam, interagem. Conheci muita gente nesse processo, e pro novo livro o contato vai ser mais intenso ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário