segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

20/02/2009 - Entrevista para o blog "A Magia Real"

Segue uma entrevista bem legal que fiz para a Elis, do ótimo blog A Magia Real.

Conheçam o Blog:



Entrevista - Maurício Gomyde

1- Quem Mauricio Gomyde NÃO é? 
 Essa é uma boa pergunta, e acho que eu nunca tinha pensado sob este ângulo... rs. Quem eu não sou? Bom, eu não sou um monte de coisas que acho que ficaria até difícil enumerar por aqui, mas como pontos principais, acho que não sou preguiçoso nem tenho medo de tentar fazer as coisas. Não tenho medo de errar, e a gente sempre vai dar umas bolas fora mesmo. Faz parte...rs. Não tenho qualquer tipo de vaidade com meu trabalho, e o que vier de críticas eu absorvo pra tentar melhorar. Enfim, acho que não sou diferente da maioria das pessoas. Apenas conto minhas histórias. : )

2 - Como a ideia para o livro surgiu?
A ideia para o “Ainda não te disse nada” surgiu bem ao acaso. Na verdade, eu estava escrevendo outro livro. Estava quase no final, já no processo de correção, de ajustes finais mesmo. Daí, um dia acordei com essa ideia na cabeça. Digo, a ideia das cartas, de uma pessoa se corresponder com outra sem conhecê-la e se apaixonar. Deixei um pouco de lado o livro anterior e passei uns quinze dias escrevendo a ideia nova. Quando fui ver, tinha muita coisa já para que não justificasse um livro. Daí foi a opção por lançá-lo, e não o outro.

3 - Como chegou a escolha do título?
É uma história de amor entre uma jovem brasileira e um velho português. Então, comecei a escutar muita música portuguesa, pra me inspirar. Um dia me deparei com uma canção bem bonita chamada “Se eu fosse um dia o teu olhar”, do Pedro Abrunhosa. E o nome do livro é uma frase que há lá. Acho que ficou instigante.

4 - O que deseja passar para as pessoas através dele?
Eu nunca penso muito em termos de “lição”. Quero apenas que as pessoas se divirtam, que tenham bons momentos com o livro nas mãos. Mas acho que o que fica é que a gente sempre pode acreditar nas histórias, por mais absurdas que elas pareçam, se elas te dizem aquele “Ei, aqui pode ter alguma coisa legal”. Devemos acreditar no feeling, porque a vida é curta e muita coisa pode surgir de uma decisão aparentemente sem futuro.

5 - Encontrou dificuldades para lançá-lo independentemente? Se sim, quais? Tentou procurar editoras?
Então, a opção pelo trabalho independente, a esta altura, é bem consciente. Não procurei nenhuma editora, mas é porque acho que hoje é bem mais fácil lançar independente. Veja, por exemplo, a enorme quantidade de blogs sobre literatura (como o A Magia Real), em que pessoas têm divulgado belamente a literatura nacional. É uma forma de aparecer. Não estou desfazendo das editoras, muito pelo contrário. Mas quero primeiro consolidar o nome, um jeito de escrever. Se vier uma, que seja uma boa, com um trabalho comprometido mesmo. Se não vier, estou feliz já do jeito que vai.

6 - Está trabalhando em algum novo projeto ou continuação de "Ainda Não Te Disse Nada"?
Estou escrevendo um livro novo. Já escrevi muita coisa, e estou empolgado. Espero que consiga continuar assim e que o resultado final seja bom de ler. Tomara que as pessoas curtam a leitura e se emocionem. Não é uma continuação, é outra história. Pretendo lançá-lo ainda este ano. Aguardem!!

7 - Deixe um recado para os leitores:
Poxa, não tenho nem como agradecer o carinho que recebo de tanta gente que tem dado a oportunidade de ler as coisas que escrevo. Obrigado mesmo a todos os que têm acompanhado os novos autores nacionais. Muita gente muito legal contando histórias diferentes, instigantes, divertidas. E continuem entrando nos blogs, especialmente aqui!Pra quem quiser saber um pouco mais, tenho um blog também, que é o www.mauriciogomyde.com. Saúde e paz, sempre!

2 comentários:

  1. Que ótimo estar aqui.....\o/....Obrigado pela oportunidade em entrevistá-lo....\o/...e pela divulgação por aqui....beijokas elis!!!!!!

    ResponderExcluir